Desabafo de uma qawwi, Dia a dia de uma qawwi, Dicas

#15| Sete premissas que aumentam as chances de o seu filho tornar-se um adulto equilibrado e feliz

Parents’-time-with-kids-more-rewarding-exhausting-than-paid-jobs

Planear o futuro não é somente hábito dos humanos. Como qawwi, eu também traço (e tracei) metas e objectivos para a minha vida. Mas, como todos vocês certamente compreendem, por mais fantásticos que os nossos planos sejam, as águas do destino desviam o percurso e os levam pela correnteza. A mesma correnteza que acabou por fazer-me apaixonar-me por um humano e tornar-me mãe adoptiva de uma linda menina. Quer dizer, mãe e ponto final. Sem falar do facto de que estou prestes a casar-me, mas os detalhes sobre isto ficam para os próximos dias.

Por ora, resta-me afirmar, sem muita margem de dúvida, que não há forma mais bonita e sublime de aperfeiçoarmos a nossa essência humana, senão pela experiência de sermos pais. Entretanto, a sociedade e todo o planeta terra, exige muito dos humanos como pais. Como se já não bastasse a pressão imposta por nós próprios quando se trata de educar. Afinal, o que mais importa para os pais, senão criar os filhos para que estes sejam felizes e bem sucedidos?

Não, não é fácil. Educar Érica, por exemplo, tem se revelado um desafio maior do que previsto. Onde é que Will e eu estamos a errar? De onde surge tanta rebeldia? É normal que o coração de um pai, especialmente de primeira viagem, que tanto desejou a chegada do filho, derrame de amor e acabe por exagerar nos mimos. O bem-estar das crianças é vital e muitas vezes é difícil encontrar um equilíbrio no acto de dar amor, dar o melhor e dar o que é preciso.

É nisto que tenho estado a reflectir e por isso decidi partilhar convosco, sete valores e premissas essenciais a incutir na infância do seu filho, para que no futuro ele seja um adulto equilibrado e feliz. Vamos reflectir juntos?

  1. Autonomia

Segundo alguns estudos, o estimulo da autonomia da criança desde cedo, impacta positivamente no desenvolvimento cognitivo. Esta função engloba a memória de trabalho, raciocínio, capacidade de resolução de problemas e flexibilidade de tarefas. Por essa razão, é importante que você como pai/mãe, diminua a tendência de resolver todos os problemas para o seu filho. Ao aprender a andar, por exemplo, o seu filho vai cair, inúmeras vezes. Correr automaticamente para o levantar do chão, apenas prolongará a dependência da criança. Por mais difícil que seja, é importante deixar a criança levantar-se sozinha e perceber que a queda é natural e faz parte do processo de aprendizagem.

  1. Honestidade

Você já reparou que certas crenças e valores que nos acompanham na fase de adulto, fazem parte de um conjunto de informação que recebemos muito cedo, quando crianças? Pois bem, os valores importantes para o ser humano devem ser inculcados logo cedo. De acordo com a neurocientista e psicóloga Bruna Velasques, “de zero aos seis anos é o momento mais importante, chamada idade de ouro para o desenvolvimento cerebral. É quando os neurônios estão mais aptos a receber informações do ambiente”. Fonte | Fonte BBC

Esta é a fase mais propícia para se aprender (línguas por exemplo) e é importante que já nesta altura se comece a transmitir os ensinamentos que nos são mais vitais. E a propósito disto, um dos pilares para que o seu filho seja um adulto equilibrado e gentil, é a honestidade. Ensine o seu filho a honestidade, sendo você o modelo. Não faça promessas que não irá cumprir, por mais inofensivas que pareçam, pois apesar de pequenas, as crianças gravam essa informação e ficam com a percepção de que não tem problema faltar com a palavra.

  1. Merecimento

Ensine o seu filho a merecer e a lutar pelas coisas que quer. Por exemplo, não se limite simplesmente a comprar aquele carrinho ou boneca que ele quer, só porque pediu e chorou por ele. Estimule-o a explicar exactamente o porquê de ele querer aquele e não outro brinquedo (quando, por exemplo, já tem outro em casa). Ensine-o, sobretudo, a ter paciência.

  1. Boas maneiras

Usar desde cedo as palavras “obrigada”, “desculpa” e “por favor” na interacção com os seus filhos, irá ajudá-los a tornarem-se adultos gentis e amáveis.

  1. Saber partilhar

Esta questão tem gerado controvérsia entre os humanos. Saber dividir é importante, e incube-nos a nós, como pais, ensinar esta qualidade aos nossos filhos. Todavia, existe uma corrente de estudiosos que advoga que não devemos ensinar a criança a partilhar. Segundo esta teoria, na primeira fase da educação, a criança está a apreender a ser capaz de reconhecer as próprias obrigações e não se pretende que ela sinta-se no dever de interromper o seu trabalho para ‘dar’ alguma coisa para outra criança só porque aquela pediu”. (Confira: Porque não ensinar a partilhar)

Seja qual for o método que você adopte, assegure-se de encontrar um equilíbrio, e ensinar, pelo menos em casa, a importância de saber partilhar, sobretudo com os que ama. Isto vai ser um grande alicerce para que como adulto, ele(a) saiba corresponder as necessidades de outro ser humano e não se torne uma pessoa egoísta.

  1. Saber lidar com o não

Esta é talvez a maior dificuldade dos pais, especialmente os de primeira viagem como Will e eu. Nós dois tínhamos imensas dificuldades em dizer “não” a um pedido de Érica, o que por fim, chegou a resultar com que ela usasse o choro como uma espécie de manipulação. A verdade é que é necessário estabelecer limites e ensinar a virtude da paciência. A frustração e a desilusão fazem parte da natureza e do crescimento humano. Quanto mais cedo o seu filho aprender a lidar com momentos de frustração, mais facilmente ele aprenderá a ter autocontrole e a saber esperar, tornando-se assim, no futuro, uma pessoa equilibrada.

  1. Ensine-os a quererem o melhor

Polite-Child

É sempre boa ideia a mãe envolver tanto meninos como meninas nas tarefas da casa, inclusive na gestão. Assim, ambos saberão que a lida e a gestão da casa podem ser feitas por todos, independente do género. E o pai, por exemplo, pode sempre ser atencioso e cavalheiro com a mãe e com as crianças, para que os meninos sigam o exemplo e as meninas, saibam o que esperar de um parceiro no futuro.

Dia a dia de uma qawwi, Dicas, Outras maravilhas humanas

Aprenda a salvar os seus acessórios favoritos

A cada dia que passa, nós do diário de uma qawwi descobrimos que afinal de contas existem muitas semelhanças entre o planeta terra e o planeta da nossa qawwi.

Quem nunca caiu em desespero ao notar que o ferro de engomar queimou a nossa roupa favorita, ou então que o nosso acessório preferido está todo velho, coçado, ou rasgado? Grande desgraça, não é verdade? Acontece em muitos planetas.

636096711029269174-1712878392_shock

Antes de deitar fora artigos velhos ou rasgados, reconsidere. Há várias formas de recriar os seus acessórios favoritos e hoje falaremos de uma delas.

Idea-Bulb-392x300

Aliás, ouvimos falar do conceito dos 3 R da sustentabilidade (reduzir, reutilizar e reciclar) em algumas partes do planeta, acções que visam minimizar o desperdício de materiais e produtos. Achamos que esta ideia encaixa bem com este conceito.

Fonte:

É desta forma que hoje trazemos dicas de como reaproveitar e transformar os seus acessórios favoritos, a custo baixo, utilizando a capulana (print wax/canga).

Capulana

3OJan09016

Imagem via http://espacodemocraticoentrenos.blogspot.com/2011/05/kanga-capulanas-historia.html

A capulana[1] é usada nos países africanos de diferentes formas. Em Moçambique, por exemplo, as mulheres usam-na no seu dia-a-dia e principalmente em cerimónias tradicionais como funerais, casamentos, ritos de iniciação, cerimónias mágico-religiosas, e outras. Também chamada de “pano” em Angola, “Kitenge” ou “Chitenge”, na Zambia, Namíbia, e “Canga” no Brasil, o seu uso vai muito além da moda.

Fonte http://www.conexaolusofona.org/capulana-um-tecido-carregado-de-historia/

Na verdade, actualmente, a capulana está em voga em todo o mundo. Há várias peças e diversos acessórios úteis que podem ser feitos com este tecido.

O filme Black Panther, blockbuster do cinema mostrou a versatilidade na moda da capulana.

cf8e2bcd597ba971310b73bdee4a69c1

Pois bem, vejamos então exemplos de como a capulana pode salvar os seus acessórios favoritos:

  1. Uma bolsa rasgada

Bolsa Capulana 2

Olhe bem para esta bolsa de napa.

A faixa feita pela estampa verde foi inserida para cobrir o rasgão que ela tinha. A bolsa não só ressuscitou, como ganhou um certo toque original. E isto não custou mais de 150 Meticais (cerca de 2 Euros / 11 Reais). E pronto, a bolsa voltou a estar em circulação!

 

 

2. Blusa, casaco, ou camisa – (ferro de engomar atrevido)

 

IMG_2611

As vezes o ferro de engomar passa-se da carica e nos estraga a roupa (há que atribuir a culpa ao ferro). Antes de deitar fora a roupa queimada, considere recortar a parte estragada e substituir por um pedaço de capulana. A foto aqui ilustra um exemplo.

3. Pasta de Notebook

IMG_8008

O que lhe vem a cabeça ao olhar para este magnifico acessório? Pois é, a pasta não era assim. Como já estava um pouco desgastada, foi forrada com capulana e o resultado é este: uma nova pasta, única e original.

Compre artigos de capulana

Se a sua peça não tiver recuperação, sempre pode optar por adquirir um novo acessório. Os artigos de capulana são óptimos, não só pela beleza e originalidade, mas por também serem ambientalmente amigáveis. Veja, por exemplo, os sacos e pastas da Kassunga. Vai apaixonar-se pelos lindos e ecológicos artigos.

9308f07f-07d3-4d92-ad94-0208ef8a1cd1

Em conclusão, antes de deitar fora uma roupa ou um acessório, veja se não pode reciclá-lo, usando umas das dicas acima.

Ah, e já que estamos a falar de dicas para o dia a dia, recomendamos que espreite o blog Pitacos e Achados, plataforma que o diário de uma qawwi tem seguido, e que dá ideias verdadeiramente inspiradoras na área do bem-estar.

E claro, não se esqueça de subscrever ao nosso blog e ao nosso facebook para ficar a par das nossas resenhas, opiniões literárias e histórias da nossa qawwi.

Até lá.

[1] “Print wax” nos países de expressão inglesa

Dia a dia de uma qawwi, Dicas

#Anagrama da democracia

Os moçambicanos vão votar amanhã (10.10.18) nas eleições autárquicas. Queria ter um bom conselho para dar, mas sou apenas uma atrapalhada qawwi que não entende nada deste assunto. Entretanto, mandei o meu robô lá de casa, gerador de anagramas, criar isto para vocês. Espero que ajude. Muita sorte e sabedoria!

anagrama qawwi

 

Curiosidades, Dia a dia de uma qawwi

Eu não conhecia uma chávena

receita-chocolate-quente-sem-leite

Que delicadeza de objecto! Em Stefanotis a necessidade de comer ou beber não é frequente, por isso raramente usamos loiça. Mas aqui na terra, consigo perceber o motivo de os humanos contarem com esta peça diariamente. Aquece o estômago e o coração, serena a fome e a alma. Ademais, é óptimo para verter um chocolate quente, especialmente em dias frios. Alguém mais aqui aprecia chávenas ou chocolate quente?

Linan