Outras maravilhas humanas

Oitentanoventa: entrevista com Luís Carlos Patraquim

Foi ao ar no dia 8 de Dezembro de 2021, a terceira sessão OITENTANOVENTA.

Nesta sessão, Hirondina Joshua e Léo Cote conversaram com Luís Carlos Patraquim.

Luís Carlos Patraquim, jornalista e poeta de créditos firmados, nasceu em Maputo em 1953. Foi co-fundador da Agência de Informação de Moçambique (AIM) e do Instituto Nacional de Cinema (INC) onde exerceu desde 1977 a 1986 a função de roteirista, argumentista, e redactor do jornal cinematográfico “Kuxa Kanema”. Fundou e coordenou a “Gazeta de Arte e Letras” da revista Tempo, em 1984. Da sua vasta obra, assinalam-se , por exemplo, os seguintes projectos: Monção (1980), A Inadiável Viagem (1985), Vinte e tal Novas Formulações e uma Elegia Carnívora (1992), Lidemburgo Blues (1997), O Osso Côncavo e outros poemas (2005) e O deus restante (2017), este último vencedor do Prémio Oceanos (2018). Foi ainda distinguido com o Prémio Nacional de Poesia, Moçambique, em 1995. Patraquim vive em Portugal desde 1986.

Sobre os entrevistadores:

Hirondina Joshua é poeta moçambicana. Faz parte da nova geração de autores moçambicanos, com poemas traduzidos em Italiano. É redactora da revista InComunidade (Portugal) e curadora do projecto literário no Mbenga Artes & Reflexões. Publicou OS ÂNGULOS DA CASA (2016), COMO UM LEVITA À SOMBRA DOS ALTARES (2021) e A ESTRANHEZA FORA DA PÁGINA (Co-autoria com Ana Mafalda Leite, 2021). Foi distinguida com a Menção Honrosa do Premio Mondiale di Poesia Nósside (Itália, 2014). Hirondina Joshua é formada em Direito pela Universidade Eduardo Mondlane.

Léo Sidónio de Jesus Cote nasceu em Maputo. Frequentou o curso de Linguística e Literatura na Universidade Eduardo Mondlane. Foi professor do ensino primário e secundário. Atualmente exerce a profissão de revisor linguístico. Publicou EVA (2021), obra distinguida com a menção honrosa do Prémio INCM/Eugénio Lisboa 2020, EROTICUS: ONZE POEMAS E UMA QUADRA SOB MEDIDA (2020), CARTO POEMAS DE SOL A SAL (2012) e POESIA TOTAL (2013), esta última resultado do prémio literário 10 de novembro do Concelho Municipal da Cidade de Maputo, o qual venceu em 2012.

ACOMPANHE a conversa Aqui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s