Livros, Opiniões, Resenhas

Literatura –|Risco calculado de “Robin Cook”| – Opinião

802247

 

 

 

 

 

 

 

Autor: Robin Cook

Edição: 1995

Editora: Publicações Europa-América; BR – Editora Record

Compre em Wook

 

Sinopse:

 “Quando o neurocientista Edward Armstrong começa a sair com Kimberley Stewart, descendente de uma mulher que foi enforcada na época do julgamento das bruxas de Salem, aproveita a oportunidade para investigar uma das suas teorias preferidas: que o “demónio” em Salem em 1692 tinha sido uma droga alucinogénia consumida involuntariamente num cereal com fungos. Numa tentativa de demonstrar a sua teoria, Edward cultiva o tal fungo a partir de amostras colhidas na propriedade dos Stewart. Numa brilhante transformação do fármaco produzido artificialmente, o veneno torna-se no Ultra, um antidepressivo com capacidades terapêuticas verdadeiramente notáveis. Neste perturbante livro, Robin Cook criou mais uma fascinante história de suspense médico, em que se entrecruzam a ganância, o abandono da ética e a louca ambição.”

Opinião:

Robin Cook é um dos nossos autores favoritos. Alguns membros do nosso blog de vez em quando gostam de rabiscar histórias e uma das influências para isso, é o Sr. Robin Cook. Critérios para dizer se um livro é bom ou mau são subjectivos. Todavia, há sempre aquele que consegue fazer do leitor o próprio personagem. Que nos envolve com o aroma de pão a ser assado no forno, ou faz-nos sentir o terrivel frio no meio da neve. Obras assim tornam-se inesquecíveis. Risco calculado é uma dessas obras. O romance prendeu a nossa atenção desde o início, e foi uma das leituras mais agradáveis de sempre. O livro é dividido em duas épocas: a primeira, da inquisição e caça às bruxas (séculos XVI a XVIII), e a segunda, da modernização, onde a ciência evolui e domina a curiosidade do homem. Ao contrário do que pode parecer pela sinopse, o livro não trata de assuntos sobrenaturais. Quando muito, discute as implicações de algumas crenças e o impacto destas no nosso quotidiano. Como em muitas de outras obras suas, Robin Cook aborda o mundo da ciência e da ética. O autor explora também a dependência e a insegurança pessoal, mostrando até que ponto a ambição consegue quebrar o mais firme dos carácteres. Os personagens são honestos e credíveis, com óptimo desenvolvimento psicológico e uma larga dose de humor. A narrativa de Cook é normalmente preenchida por alguns termos técnicos um pouco complicados para quem não é da área, mas nada como um bom desafio não é verdade? É definitivamente um livro a apostar para quem gosta de um thriller.

Sobre o autor: “Médico e escritor, Robin Cook é largamente creditado como o introdutor do termo “médico” como um gênero literário. Por isso, 20 anos depois do lançamento de seu primeiro livro, “Coma”, ele continua a dominar a categoria que ele mesmo criou. Em cada uma de suas obras, Robin Cook busca escrever sobre os bastidores da prática médica actual. Explorou, entre outras coisas, a doação de órgãos, engenharia genética, a fecundação in vitro, pesquisas sobre drogas e transplantes de órgãos”.

A nossa pontuação: 5 em 5 estrelas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s